Alerta para o crescente número de casos da Dengue

Nas últimas semanas, foi noticiado, amplamente, pelos veículos de comunicação do Estado o crescente número de casos de Dengue confirmados no Rio Grande do Sul. Em apenas uma semana, de 16 a 23 de março, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, foi registrado um aumento de 47% nos casos, chegando a 53 casos confirmados no Estado e, ainda, 113 em investigação.

Um fator preocupante, é que desses casos, 26 são autóctones – contraídos dentro do Estado – o que alerta para uma possível proliferação do mosquito transmissor AEDES AEGYPTI, responsável, não só pela transmissão da dengue, mas também da Febre Amarela, do Zika Vírus e da Febre Chikungunya. A maioria dos casos autóctones estão concentrados na região Missioneira e Norte do Estado, tendo 17 registros em 11 cidades (Cândido Godói, Erechim, Erval Seco, Ijuí, Marau, Panambi, Santa Rosa, Santo Ângelo, Santo Antônio das Missões, São Borja e Tenente Portela), o que nos deixa ainda mais alerta pela proximidade com nosso município.

Ações de combate aos focos do AEDES AEGYPTI vêm sendo fortemente trabalhadas pela Secretaria Municipal de Saúde de Pinhal que, além dos trabalhos de campo, realizados pelos agentes de saúde do município, que buscam os focos de criação do mosquito, tentam, também, conscientizar a população que mesmo com o fim do verão - período de forte calor e chuva que colabora com a proliferação do inseto - o mosquito continua se reproduzindo, e algumas medidas devem ser tomadas com a finalidade de evitar o problema.

Medidas recomendadas:

  • Tampar caixas d'água, tonéis e latões.
  • Guardar garrafas vazias viradas para baixo.
  • Guardar pneus em abrigos.
  • Não acumular água em pratos de vasos de plantas e enchê-los com areia.
  • Manter desentupidos ralos, canos, calhas, toldos e marquises.
  •  Manter lixeiras fechadas.
  • Manter piscinas tratadas o ano inteiro.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta que, em caso de febre alta (maior que 38,5°C), dores musculares intensas, dor ao movimentar os olhos, mal-estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas no corpo, as pessoas procurem o serviço de saúde municipal a fim de verificar possíveis casos da doença.

O Legislativo Municipal, além de apoiar as ações da Secretaria Municipal de saúde, também pede a colaboração da população Pinhalense para atendam às orientações das equipes de saúde e se juntem nessa campanha contra o mosquito da dengue, fazendo com que o nosso Município continue fora dessa lista de casos confirmados.

 

Fonte: Secretaria de Saúde

Imagens

Compartilhe